Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Embaúba


Fora do ambiente amazônico existem 3 espécies de embaúbas e elas são: a embaúba-branca (Cecropia pachystachya), a embaúba-vermelha (Cecropia glaziovi) e a embaúba-prateada (Cecropia hololeuca). Sem sombra de dúvida a mais comum é a embaúba branca, pois ela pode ser encontrada facilmente em áreas desmatadas e surgem como plantas pioneiras. Ela tem sido documentada no nosso litoral desde o Ceará até Santa Catarina, inclusive no interior do país nos estados de Goias, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Já as outras duas espécies de embaúbas são de mata da planície costeira e da floresta atlântica de encosta. No bairro onde moro como o entorno consiste de áreas antrópicas como capoeirões, só tive oportunidade de documentar a embaúba branca. De início tive muita dificuldade em identificar as três espécies, justamente por existir apenas uma nos arredores de onde moro e por ser um “botancio” amador iniciante. Entretanto, saindo à campo, com a ajuda de uma excelente bibliografia*, tive a oportunidade de documentar as três espécies que apresento aqui no forma de registros fotográficos, pois como dizem uma imagem vale mais que mil palavras.

Repare na figuras a,b e c acima as três espécies de embaúbas: a branca (a), a vermelha (b) e a prateada  (c). Geralmente, na primeira (a) a estípula (1) é de tons acinzentados, bem como a inflorescência (2), na segunda (b) a estípula é (1) de tons vináceos e a inflorescência (2) de tons avermelhados, e na terceira  (c) a estípula (1) é de tons castanhos e a inflorescência (2) tendendo para o preto.




Na figura (d) é possível observar, no interior de um ramo, parte de uma colônia de formigas do gênero Azteca,que só não aparece na embaúba prateada. Em (e) a seta mostra um orifício pelo qual as formigas têm acesso ao interior da planta, é bom destacar que na base do pecíolo (p) das folhas das embaúbas branca e vermelha há uma estrutura chamada de triquílio (t) que não aparece nas folhas da embaúba prateada.





Estas plantas são dióicas, ou seja, numa mesma planta só aparecem flores de um único sexo, portanto, flores masculinas e flores femininas aparecem em indivíduos separados, existindo desta forma plantas “machos” e “fêmeas”. Na embaúba-branca é fácil notar a diferença entre os dois sexos, pois as inflorescências são bem diferente em sua cor e aspecto como se pode observar nas fotos abaixo.



Na figura (f) pode-se observar os pedúnculos portandpo as inflorescências masculinas (1) e femininas (2) em forma de espigas. Note a diferença de cor as masculinas são de tons cremes e as femininas de tons esverdeados. Em (g) um segmento das inflorescências vistas em maior aumento  repare nas setas de (1) as anteras e nas de (2) o estigma.

7 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado por seu comentário Raperroni, um grande abraço e tudo de bom.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ja plantei 7 pés de embauba no meu quintal que ja estao dando frutos só um saiu macho ainda pretendo plantar mais, quero ajudar os passaros a se alimentar e reproduzirem bastante gostei muito do seu blog boa sorte....

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Josue por suas palavras de incentivo, também plantei embaúbas aqui, quero ver se consigo plantar estas três espécies.

    ResponderExcluir